Artigo RHQI: Equidade Organizacional

Em tempos de ampliar nosso mapa mental voltado ao tema, o que trago é uma reflexão organizacional sobre a diversidade das nossas equipes.

Muito se fala sobre aceitar e integrar ao novo, ao quanto uma organização ganha em ter pessoas e ideias diversas, mas e você, sabe como oferecer ferramentas individualizadas ao seu time, para que todos atinjam os resultados esperados?

 

Nossa rotina está cada vez mais veloz, fora do nosso controle e desafiadora, e como entender as necessidades do time sem julgamentos prematuros e genuinamente focado em desenvolvimento profissional é o desafio de cada líder moderno. Respeitando a individualidade do ser humano, nosso papel é mapear suas principais lacunas e oferecer a cada um as ferramentas necessárias para que todos cheguem ao objetivo final. Não podemos atuar igualmente para cada um, mas atuar onde for necessário para todos. De nada adianta formatar ou padronizar a gestão de pessoas sem saber o que de fato seria ideal para cada um.

 

Um ponto importante desse exercício, é deixar claro a nossa leitura sobre as oportunidades individuais. Ensiná-los a ler tais oportunidades, servirá para que eles, em um futuro breve e sem a sua presença, também faça o mesmo por seus pares e futuros colaboradores. É como se devagar fossemos formando uma “Corrente do Bem”, onde bons líderes, fazem boas leituras, com pessoas que desenvolverão futuramente outras pessoas.

Pense sobre isso….

“If you want your team accomplish great things, you must first show then that you truly care.” Jim Collins

 

Texto de Marina Senna, membro do RH que Inspira

Deixe um Comentário