Skip to content

A Importância das Lideranças no Alcance dos Objetivos Organizacionais

Há algum tempo as organizações estão percebendo que o capital humano é aquilo que elas têm de mais precioso. Somente por meio de pessoas é possível alcançar um resultado sustentável. Sendo assim, existe a necessidade cada vez maior de colocar as pessoas no centro de tudo; essa responsabilidade não é apenas da área de recursos humanos, mas, principalmente, das lideranças.

 

Uma pesquisa apresentada na revista inglesa de negócios Management Today, aponta que funcionários infelizes produzem 40% menos, enquanto um funcionário feliz pode produzir até 50% a mais dentro de uma organização. Aquele que encontra a felicidade no trabalho e consegue alinhar seu propósito com o da empresa, torna-se um profissional altamente engajado e divulgador da marca.

E como a liderança atua nesse contexto?

Para o colaborador, a empresa é representada pela figura do líder. Na maioria das vezes, a sua percepção sobre a empresa ser ou não um bom lugar para se trabalhar está ligada a relação que ele estabelece com sua liderança. Por isso, é importante que o líder consiga construir uma relação de confiança com os membros do seu time. É essa relação que fará com que esse time seja de alta performance.

Essa relação de confiança não nasce do dia para noite e, sim, com muito trabalho, por meio das práticas de gestão no dia a dia. Essas práticas podem aumentar ou diminuir o repositório de confiança existente na relação entre líder e liderado e, consequentemente, o nível de satisfação no trabalho e a alta performance.

Em seu livro “Felicidade dá lucro”, Márcio Fernandes fala de uma filosofia de gestão que tem planejamento estratégico, foco em resultado, resiliência, dinamismo e inovação. Contudo, o diferencial está em alguns princípios que possibilitam que isso seja colocado em prática. São eles:

  • Sentido no que faz
  • Ser feliz
  • Qualidade de vida
  • Protagonismo
  • Autonomia

Precisamos mudar o foco da gestão de pessoas para gestão COM pessoas. O líder de pessoas precisa ter interesse genuíno, não só pelo funcionário, mas, também, pelo ser humano que ele é, com seu propósito e seus valores. Por essa razão, na relação entre líder e liderado, três palavrinhas são essenciais: aproxime-se, acredite e confie.

Uma pessoa feliz gera lucro para si, para sua carreira, para a empresa e para a sociedade.

E você líder, quais práticas tem feito em sua equipe para construir e fortalecer a confiança, para construir um time de alta performance?

Texto por: Priscila Restier

Deixe um Comentário





Scroll To Top