Por que e como investir no autodesenvolvimento de forma efetiva?

Você é daquelas pessoas que escrevem a lista de resoluções para o ano que se inicia? E você inclui na lista procurar um novo curso, começar um MBA ou algo do tipo? Você fica muito feliz quando monta esta lista mas tem dificuldade em saber qual é o melhor caminho para investir no seu desenvolvimento?

É difícil decidir o melhor caminho para seguir no meio de tantas opções! Para que este investimento traga retorno, é importante pensar em alguns critérios.

 

Por que investir no autodesenvolvimento?

 

Se você ainda acha que pagar por um curso ou pós-graduação é responsabilidade da empresa, sinto te dizer que você vai cometer um erro comum. Como RH, ouvi muita gente dizer que a responsabilidade pela carreira é da empresa e que ela deve investir para ter um funcionário mais bem capacitado. Agora, me responde uma coisa:

De quem é a carreira? Da empresa ou sua?

Este erro é crucial e muitas vezes define as pessoas que evoluíram na carreira para os que se mantiveram estagnados. Se você me acompanha, já percebeu a relação disto com Proatividade, não é mesmo? Você pode falar para todos que não consegue um emprego ou uma promoção porque seu chefe não te desenvolve ou traçar, você mesmo, um plano de ação que ajude você a conquistar os seus objetivos. Para ler sobre proatividade, CLIQUE AQUI, e confira como a postura proativa te ajuda a ir além.

Quantas pessoas você conhece que de fato cresceram e tiveram uma carreira brilhante somente com ações de desenvolvimento pagas pela empresa em que trabalha? Eu não sei você, mas eu não conheci ninguém que tenha acontecido isso. O contrário eu tenho vários exemplos para citar e cada dia o autoconhecimento se torna mais fácil.

Hoje existem diversas opções de aprender coisas novas a um custo baixo ou até mesmo de graça, então aquela desculpa de que não pôde se desenvolver porque não tinha dinheiro já não cola mais. Você precisa mostrar que está verdadeiramente engajado com a sua carreira!

Selecionando ações de desenvolvimento

 

Primeira coisa que devemos desmistificar é o que é autodesenvolvimento. Muitas pessoas acham que buscar o desenvolvimento pessoal significa se inscrever em cursos, mas é muito mais amplo. Então quais são as opções de autodesenvolvimento:

  • Livros
  • Encontros com pessoas que podem te ensinar alguma coisa
  • Grupos de whatsapp
  • Webinars
  • Revistas
  • Eventos
  • Palestras
  • Coaching
  • Mentoring
  • MBA ou pós-graduação
  • Mestrado
  • Cursos de extensão
  • Ações práticas na sua rotina

Olhando esta lista podemos perceber como nos limitamos pensando somente em cursos, não é mesmo? Autodesenvolvimento pode começar com ações simples e combinar com ações mais complexar, como um MBA, por exemplo. O ideal, inclusive, é que se utilize de diversas formas de adquirir conhecimento para que as metodologias se complementem e aumentem as chances de aprendizado.

O mais importante hoje é mostrar que, com as condições que estavam ao seu alcance, você fez o seu melhor. Sendo assim, te convido a seguir o checklist abaixo para tirar do papel a sua vontade de construir um currículo TOP!

  1. Tenha claro o que quer para a sua carreira
  2. Liste quais conhecimentos ou atitudes você precisa adquirir
  3. Coloque todas as possibilidades de aprender
  4. Avalie os custos de todas as ações
  5. Monte um plano de ação com datas para realizar cada ação

 

Um convite a você!

 

Se você realmente está engajado em se tornar um profissional de destaque e diferenciado, então você precisa saber desta oportunidade!

Segundo o Fórum Econômico Mundial, resolução de problemas complexos, pensamento crítico, criatividade, colaboração e tomada de decisões são algumas competências que todo profissional precisará ter em 2020.

O Design Thinking é uma metodologia que desenvolve estas e muitas outras competências e eu terei o prazer de compartilhar esta metodologia com você a partir do dia 01/03/2017! Envie agora um e-mail para [email protected]futureminds.com.br e saiba tudo sobre a minha turma em parceria com a ANITEC (Associação Nacional de Inovação, Trabalho e Educação Corporativa)!

Deixe um Comentário