Que tipo de gestor você quer ser agora e no futuro para a sua equipe?

Que tipo de gestor você quer ser para sua equipe? Você já pensou sobre isso em algum momento? Decidi me desafiar esta semana quando coloquei o tema Liderança! Hoje temos diversos livros, publicações, revistas e vídeos falando sobre isso e quem quer se tornar um líder, é quase uma missão concluir o melhor direcionamento a seguir.

Mesmo trabalhando muitos anos com RH, acredito que em alguns momentos é necessário ajustar nosso perfil a necessidade da organização ou da equipe, então, o gestor ideal é aquele que sabe identificar estas necessidades e se ajustar a elas.

Para isso, trago para vocês a teoria de Blake & Mouton, que afirmam que o líder age em função de suas premissas. Em alguns momentos elas podem não estar adequadas (por exemplo, se o líder acredita que sua equipe é incompetente, ele vai buscar provas que confirmem isso). Porém, as premissas podem ajudá-lo a refletir e mudar o seu comportamento. Eles definiram cinco estilos de liderança que vão de encontro a dois estilos de líder, o orientado a tarefas e o orientado a pessoas. São eles:

– Gestão Laissez-Faire: apresenta uma baixa orientação para a produção e para o relacionamento, ou seja, não se preocupa com o aumento da produtividade da organização nem com a satisfação da equipe. Ele quer apenas garantir e manter sua posição, com o mínimo de esforço.

– Gestão Paternalista: este tem orientação elevada para o relacionamento e baixa orientação para as tarefas, ou seja, o mais importante é o bem-estar das pessoas. Por conta disso, a produtividade dele e da equipe são baixas, uma vez que este líder tem receio de criar conflitos com sua equipe se fizer muitas cobranças.

– Gestão do Compromisso / Compreensão: este é orientado para o relacionamento e para as tarefas, ou seja, ele entende a importância deste equilíbrio entre a preocupação de alcançar os resultados e de manter as relações interpessoais. O ponto fraco deste líder é que ele não apresenta novos desafios porque nunca quer ir contra as ideias do grupo, para não causar problemas nas relações.

– Gestão da Autoridade: apresenta elevada orientação para a tarefa e baixa orientação para o relacionamento, ou seja, para ele a equipe deve ter 100% de produtividade, mesmo que a equipe não se sinta engajada e motivada. Este líder detém todo o poder de decisões e a equipe apenas faz o que lhes mandam e, qualquer fracasso é sempre, única e exclusivamente, da equipe.

– Gestor Eficaz: tem uma elevada orientação para o relacionamento e para as tarefas, ou seja, é o estilo de líder ideal, já que se preocupa com a produtividade e com o bem-estar da equipe, na medida correta, pois ele acredita que, com pessoas altamente motivadas, ele consegue desenvolver um trabalho altamente produtivo.

Agora que você conhece todos os estilos, com qual deles você se identifica? E o seu gestor, está em qual?

Deixe um Comentário