Como anda a sua produtividade?

O tema da semana me lembra um erro comum na cabeça de muitos gestores: produtividade = quantidade de horas trabalhadas.

O Senso Comum

Quantos de vocês já foram “convidados” a fazer hora extra na empresa para aparentar que estão trabalhando muito, quando na verdade estão passando o tempo nas redes sociais ou no cafezinho com os amigos?

Isso ainda acontece porque a mentalidade de muitos gestores e empresas está parado no modelo industrial, que era exatamente este: quanto mais tempo minha produção está trabalhando, mais carros estão sendo montados.

Mas se hoje grande parte das empresas ganham dinheiro entregando inteligência, como podemos ainda continuar medindo produtividade em horas? Se estamos na Era do Conhecimento (falarei sobre isso mais a frente), como podemos acreditar que as pessoas conseguirão ser mais eficientes trabalhando mais?

 

A Nova Visão

O que precisamos entender é que hoje o intelecto dos funcionários está cada vez sendo mais exigido no ambiente de trabalho e estressar uma pessoa pela quantidade de horas pode simplesmente minar qualquer possibilidade de novas ideias e melhorias nos processos.

Em um mundo cada vez mais competitivo e sanguinário na concorrência, atrelar produtividade a entregas de alta performance é o caminho mais assertivo a ser seguido. Para corroborar, basta perceber como empresas como Google, Facebook, Uber, Airbnb cresceram tanto.

Você está preparado para atrelar produtividade a entregas de alta performance? E a sua empresa?

 

Deixe um Comentário